Portal de Moura

Água Castello

Cooperativa Agricola de Moura e Barrancos

Tipi Lifestyle

Pesca ao Achigã
27-Jan-2008

 

O achigã foi introduzido pela primeira vez em Portugal em 1898, na Lagoa das Sete Cidades, S. Miguel, nos Açores.
No continente, no entanto, apenas em 16 de Fevereiro de 1952, através de um pequeno número de alevins (150), provenientes de uma piscicultura francesa, a Piscicultura de Clouzioux, essa introdução foi conseguida.
"O achigã é a truta do Sul"

(Eng. Peixoto Correia, da Direcção Geral das Florestas, em reunião com a APPA no dia 27/04/94).
Quer num caso quer noutro, a espécie foi Introduzida nas águas portuguesas por iniciativa única e exclusiva de pescadores desportivos.

  Pesca ao Achigã

  Pesca ao Achigã

 
Não nos poderemos esquecer, na introdução da espécie no continente, de personalidades como Jorge Brum do Canto, Augusto Seabra Cancela, Carlos Anjos Bonniz, Manuel do Amaral ou Manuel Ferreira de Lima.
A espécie, originária dos E.U.A. e Canadá, encontrou condições muito favoráveis, tendo-se estabelecido e espalhado praticamente por todo o País, em especial no Sul e Centro.

Em Portugal, até há aproximadamente 5 anos, nenhuns estudos foram levados a cabo pela Direcção Geral das Florestas, ou por quaisquer Universidades, no sentido de se avaliar e estudar as albufeiras do ponto de vista píscicola, com vista a proceder a uma gestão/ ordenamento das mesmas.
Apenas o aparecimento de trabalhos recentes de Institutos Universitários e as reclamações de pescadores de achigã desde 1990 despoletaram um efectivo debate sobre o tema.

 

Campeonato do Mundo de Pesca ao Achigã
Campeonato do Mundo de Pesca Desportiva
ao Achigã na barragem de Alqueva

Um dos eventos ocorridos nas Terras do Grande Lago foi o I Campeonato do Mundo de Pesca Embarcada ao Achigã, cuja a organização esteve a cargo da Federação Portuguesa de Pesca Desportiva e da Gestalqueva, contou com a participação de várias selecções e foi oficializado pela Federação Internacional de Pesca Desportiva.
A realização da 2ª edição do campeonato do mundo de pesca ao achigã constitui a confirmação de um processo que tem vindo a destacar Alqueva como um verdadeiro santuário para esta modalidade reconhecida por Portugal e Espanha e agora com projecção mundial.

Esta projecção mundial da pesca ao achigã a partir das terras do Grande Lago, será certamente consolidada a realização do IIº Mundial da modalidade novamente em Alqueva projectando mais uma vez, a pesca ao achigã, o Grande Lago, as suas gentes e região.

Mensagem da Gestalqueva, S.A

 APPA            

Uma das principais associações desta modalidade é a Associação Portuguesa de Pesca do Achigã e Defesa da Natureza.


A APPA nasceu em 1992 fruto da vontade de cerca de 60 pescadores que decidiram associar-se de modo a contribuírem para o desenvolvimento da pesca do Achigã com isco artificial e para que de forma organizada pudessem lutar por uma pesca sustentada, gerida de forma racional, e pela defesa da natureza.

Com a publicação da revista Achigã, enviada gratuitamente aos sócios, a APPA cresceu rapidamente. Um novo conceito de pesca surgiu em Portugal. O do pescador que se associa para defender os seus direitos e para defender o estatuto que a pesca merece. O do pescador que se preocupa em defender o ambiente e que tem prazer em divulgar as técnicas de pesca.

A APPA vive do trabalho gratuito dos seus associados e o grande desenvolvimento que rapidamente atingiu deve-se à boa vontade de todos aqueles que durante estes anos têm contribuído para que a pesca em geral e a do Achigã em particular, seja encarada como um pólo de desenvolvimento para o país e que como tal mereça a atenção que lhe é devida.

O principal lema da APPA é Pescar-Divulgar-Preservar.

Pescar - porque é aquilo que gostamos de fazer nos tempos livres.
A pesca desportiva terá que ser encarada como tal: um desporto.
Levar para casa quantidades exageradas de peixe não é uma atitude desportiva. Para que a pesca se desenvolva teremos que acautelar as nossas acções hoje, para que amanhã continuemos a desfrutar do prazer de pescar.
Capturar e Libertar é outra bela experiência a que muitos de nós só recentemente tiveram acesso. Passada a fase dos excessos em que se levava todo o peixe para casa, muitos são os pescadores que depois de terem melhorado os seus conhecimentos de pesca, e como tal obtido maior número de capturas, se juntaram a nós e lutam para que seja considerado na lei da pesca um limite máximo de 5 capturas diárias com um mínimo de 25 cm.

  Pesca ao Achigã

  Pesca ao Achigã

Actualmente utilizam-se técnicas verdadeiramente sofisticadas neste tipo de pesca e observa-se um enorme desenvolvimento no comércio de material de pesca para Achigã.

Tudo isto só foi possível através da nossa mentalidade de pescador de achigã: trocar experiências de modo a permitir adquirir conhecimentos mais rapidamente.
Preservar - A posição da APPA no campo da Defesa da Natureza é bem clara: Utilizar e Preservar. Podemos usufruir da Natureza sem a prejudicar. Quem pesca embarcado usa nos motores de explosão óleo biodegradável e gasolina sem chumbo, não causando qualquer poluição, segundo estudos efectuados a pedido da U.E.. Mais, a navegação é benéfica para as massas de água. Além disso, o pescador de Achigã utiliza na sua acção de pesca um motor eléctrico durante cerca de 80% a 90% do tempo total. A utilização de recipientes a bordo destinados ao lixo, bem como todo o cuidado em não lançar à água qualquer elemento que possa causar poluição são pontos fundamentais para que se utilize e se preserve.

Não comungamos das ideias fundamentalistas que hoje tentam vingar em relação ao ambiente, pois pretendem que preservar é colocar o Homem de um lado e a Natureza do outro.
Sabemos que o Homem é a componente mais importante da Natureza dele dependendo o respeito e preservação da mesma.

A consciência ambiental não se cria reprimindo, mas sim através da educação, meio que esses fundamentalistas parecem desconhecer. Não deixem de visitar o site em
www.appa.pt.

 
             
Luziana Noivas
Pastelinhos Safara
Eperas
Alimentos Guadiana
Alentoner, Consumíveis Informáticos
Break - Momentos Fantásticos
Câmara Municipal de Moura
AMPEAI
Madeicor - Francisco Beirão
Iskandar
SPORTS4U, Animação Turistico - Desportiva, Lda
DN Automóveis
JC PNEUS - João Costa Unipessoal, Lda
Hotel Passagem do Sol - Moura
D&F Cerejo, Lda
ABCPP
Herdade dos Coteis
Coloque a sua publicidade aqui
Manuel Coutinho - Oficina de Rep. Mecânicas
Baixo_Povoa_e_Helena
Inside Lisbon Guest House