Portal de Moura

Água Castello

Cooperativa Agricola de Moura e Barrancos

Tipi Lifestyle

Quartéis
08-Jan-2008

  Quartéis de Moura

  Quartéis de Moura

Classificado como Imóvel de Interesse Público, o edifício dos quartéis, ilustra bem o que de mais puro existe nesta arquitectura de âmbito militar, construída com o propósito único de defender esta zona fronteiriça, nas guerras da restauração. Moura, como praça de armas, foi um poderoso centro de operações militares do Baixo Alentejo durante as Guerras da restauração e outras lutas de defesa do território Nacional. Na sua construção se empenharam os mais conceituados especialistas de arquitectura militar da época, e a sua tipologia reflecte a construção militar que se efectuava na Europa, nos séculos XVII e XVIII.

  Capela dos Quartéis de Moura

A harmonia e simetrismo do edifício são conferidos pela sua construção alongada de dois pisos, por onde estão distribuídas as várias casernas, que são rematadas por uma série de chaminés de tipo tradicional. Outro pormenor faz deste edifício algo de notável e assinalável, trata-se da Igreja do Senhor Jesus dos Quartéis de Moura, uma Capela adjunta ao edifício dos quartéis. Teve na época da Restauração grande fervor a devoção do Senhor Jesus dos Quartéis de Moura. A capela mantém ainda o seu aspecto original, e conta com um dos mais belos altares da Diocese de Beja cujo estilo roça o neoclassicismo. Todo em Mármore, e com diferentes tonalidades, este altar contava ainda com a célebre tela de Nosso Senhor Jesus Crucificado (que aguarda restauro), atribuída a Domingos António de Sequeira. A ilustrar o espaço da pequena capela, temos a presença de vários painéis de azulejos da época da construção, que não podemos deixar passar desapercebidos.

  Azulejos na Capela dos Quartéis de Moura

A construção deste edifício figurou de entre um conjunto de medidas que tinha como principais objectivos, a protecção de uma zona estrategicamente importante. De entre o plano de construções militares, do qual a edificação dos quartéis foi apenas um exemplo, contam-se também a construção de novas muralhas e torres com dois fortes anexos, e o restauro das atalaias campestres. Situado numa zona em crescimento, está estabelecido junto a uma das mais importantes artérias de acesso á Cidade de Moura. Trata-se de um local que se integra na expansão de meados do século XVII, que ficou marcada pela construção da cerca de muralhas moderna e que marcou profundamente a expansão urbana de Moura, com a consequente consolidação da malha urbana renascentista. O recinto envolvente ao edifício dos quartéis, é já nessa altura deixado propositadamente desocupada, por razões militares e de exploração agrícola.

  Caçadores

  Cavalaria

  Infantaria

  Infantaria

 Bat. de Caçadores
n.º 2 - 1808 

 Bat. de Cav.
n.º 2 - 1808 

 Reg. Infantaria
1764 (oficial)

 Reg. Infantaria
1764 (praça)


In "Freguesia de Santo Agostinho - Histórias e Memórias"
de José António de Oliveira Correia - 2005

 
             
AMPEAI
Eperas
Iskandar
Manuel Coutinho - Oficina de Rep. Mecânicas
Câmara Municipal de Moura
Pastelinhos Safara
Hotel Passagem do Sol - Moura
Break - Momentos Fantásticos
ABCPP
Luziana Noivas
D&F Cerejo, Lda
Alimentos Guadiana
Madeicor - Francisco Beirão
JC PNEUS - João Costa Unipessoal, Lda
Herdade dos Coteis
Alentoner, Consumíveis Informáticos
SPORTS4U, Animação Turistico - Desportiva, Lda
Baixo_Povoa_e_Helena
DN Automóveis
Coloque a sua publicidade aqui
Inside Lisbon Guest House